¡D-eia

2019



Concepção: Mônica Cristina Bernardes, Wolfgang Pannek, Maura Baiocchi
Dança, figurino, edição de vídeo e voz-off: Mônica Cristina Bernardes
Direção teatro-coreográfica: Maura Baiocchi
Cenografia, captação de vídeo e trilha sonora: Wolfgang Pannek
Música: Arvo Pärt
Textos adaptados: Samuel Beckett
Iluminação: Mônica Cristina Bernardes, Flávio M. Silva
Cenotécnica: Jorge Ndlozy
Desenho gráfico: Hiro Okita
Produção: Wolfgang Pannek, Mônica Cristina Bernardes.

¡D-eia tematiza a experiência interior, a identidade social e a representação midiática do corpo feminino na vida urbana contemporânea. Problematiza o infindável processo de construção de identificações, revelando, através de sua abordagem multimídia, as sensações de duplicação e autovigilância e a tentativa de criar narrativas capazes de compor uma identidade. Evoca migrações afetivas e transita por mitologias íntimas e (im)pessoais, lembranças da infância e adolescência, dados sociais, sonhos.

Mesclando as linguagens da dança, do teatro, do vídeo e da fotografia, a encenação da Taanteatro Companhia traz ainda fragmentos de “Textos para nada”, de Samuel Beckett. Por meio de um desfile satírico, reflete sobre o papel do consumo no anseio por identidade, conforto e satisfação. Anonimato, impermanência e metamorfoses, por fim, são os temas de uma dança onírica e espontânea.

A urgência em encontrar formas de resistência face aos sentimentos de fragmentação e de deslocamento que ameaçam a vitalidade em tempos atuais, mostra-se presente como disparador desse solo teatro-coreográfico de Mônica Bernardes.

Locais de apresentação: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Teatro Anexo, Galpão do Folias, Teatro do Conteiner.

¡D-eia integra o projeto [des]colonizações da Taanteatro Companhia, contemplado pela 25a edição do Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo