TAANTEATRO 25 ANOS – OCUPAÇÃO ARTAUD

Taanteatro Companhia na Aliança Francesa
23 a 28 de agosto de 2016
Rua General Jardim, 182 – Tel.: (11) 3017-5699

Programação:
23/08 – A FACE HUMANA – performance do NuTAAN 2016 – 21h
25/08 – PETER PÁL PELBART (palestra) + TAANTEATRO: [des]construção e esquizopresença (lançamento de livro)
26 a 28/08 – ARTAUD, LE MOMO – Solo de MAURA BAIOCCHI

maiores informações em breve.

cARTAUDgrafia

“Projeção do verdadeiro corpo” – desenho de A. Artaud (1946)

O projeto cARTAUDgrafia investigará o dinamismo das forças que constituem o território poético da vida-obra de Antonin Artaud (1896 a 1948), ícone da poesia surrealista e idealizador do Teatro da Crueldade.

A encenação integra o projeto TRANS contemplado pelo Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo – 16a Edição.

Período de realização: 11/2014 a 11/2015

PROCESSO
A investigação coreográfica se debruçará sobre três campos críticos e interligados da obra literária artaudiana:

1. A Crise espiritual – abordada a partir da obra Correspondência com Jaques Rivière
2. A Crise das linguagens – abordada a partir da obra Artaud: o Momo
3. A Crise da cultura ocidental – abordada a partir da obra Viagem ao país dos Tarahumaras

Esses campos serão explorados ao longo de três fases de trabalho, cada uma norteada por uma indagação específica e provocativa, derivadas da obra de Artaud:

1. Como enlouquecer o dançarino?
2. Como construir uma Coreografia sem Órgãos?
3. Como encenar uma cARTAUDgrafia?

Em termos metodológicos essas três indagações referem-se

1) à preparação do dançarino 2) ao modo de criação do acontecimento cênico e 3) à forma de apresentação do mesmo.

Em cada fase de trabalho – com sua respectiva temática e foco de pesquisa – será criada e apresentada um mapa coreográfico. Com a conclusão da terceira e última fase, o processo culminará na síntese dos três mapas, ganhando forma final na encenação de cARTAUDgrafia.

A primeira indagação – Como enlouquecer o dançarino? – faz referência a Enlouquecer o ator, escrito por Antonin Artaud pouco antes de sua morte em 1948. Nesse texto Artaud retoma o Teatro da Crueldade e evoca o teatro como lugar ”onde se pode compreender a anatomia humana pela qual a vida pode ser curada e regida”. Essa cura demanda, segundo Artaud, uma transformação e renovação do corpo por meio de um método de traumatização que lhe devolve seu fogo indomado.

Dentro da metodologia do taanteatro essa renovação criativa do corpo se realizará em três etapas:

• estabelecer uma percepção ampliada do corpo: o estado pentamuscular ou ecorporalidade.
• gerar uma presença cênica diferenciada: a esquizopresença.
• possibilitar um modo de produção coreográfica sempre atualizado: o eterno originar da dança.

A realização do conjunto dessas etapas visa a compreensão e o manejo do corpo como fenômeno energético voltado à autêntica liberdade de criação para além de estilos pré-estabelecidos ou consagrados de dança.

1ª fase – O processo cArtaudgráfico parte da Correspondência com Jaques Rivière onde Artaud problematiza a origem do ato criativo. Referente ao mapa da crise espiritual, essa fase explorará o problema da liberdade da criação em conexão com a necessidade da transformação do corpo do dançarino.

2ª fase – Parte do texto Artaud, o Momo e corresponde ao mapa da crise das linguagens a partir da indagação como construir uma coreografia sem órgãos? Problematiza a possibilidade da manutenção da liberdade expressiva do corpo apesar das exigências do rigor organizacional de uma linguagem coreográfica.

3ª fase – Em diálogo com a Viagem ao País dos Tarahumas e referente ao mapa da crise da cultura ocidental, aborda o problema da representação ao questionar-se como encenar uma cARTAUDgrafia?

cARTAUDgrafia será um espetáculo coletivo inédito composto por três mapas coreográficos inspirados em obras selecionadas de Antonin Artaud. Cada mapa tematiza por meio da dança dimensões distintas relativas à superação da representação na cultura ocidental: a criação, a organização e a presentificação do movimento.

Linguagem
O mapeamento dos campos temáticos da vida-obra de Artaud envolverá também uma coreografia das linguagens, levando em consideração que a produção de Artaud envolvia mídias diversas como poesia, teatro, cinema, desenho e rádio. A composição musical do espetáculo partirá de experimentações vocais dos dançarinos com o intuito de criar um repertório de glossolalias a serem digitalizadas e transformadas em uma paisagem eletroacústica veiculada por dispositivos sonoros distintos, distribuídos em pontos diversos do espaço cênico.

EQUIPE
Ideia e direção | Wolfgang Pannek
Direção Coreográfica | Maura Baiocchi
Preparação Corporal | Alda Maria Abreu
Composição musical|Gustavo Lemos
Iluminação| Eduardo Alves
Cenografia| Roque Onofre Fraticelli e Candelaria Silvestro
Elenco | Taanteatro Companhia e dançarinos selecionados do NuTAAN

PENSAMENTO EM PERFORMANCE

Ciclo de debates que acompanha as apresentações de ANDROGYNE – sagração do fogo
bate-papo com artistas e pesquisadores convidados sobre as múltiplas temáticas do espetáculo.

PROGRAMAÇÃO

15/09 – Vídeo, Performance e Gênero
com Gabriel Bogossian, Paulo Bueno e Alda Maria Abreu

22/09 – Corpo sem Órgãos, Liberdade e Poder
com Chui Yi Chih e Wolfgang Pannek

29/09 – Androginia e o Sagrado nas Artes
com Rodrigo Reis e Maura Baiocchi

LOCAL: Mundo Pensante – aos domingos – às 20h – após as apresentações.
Rua 13 de maio, 825 – Bela Vista, 01326-010 São Paulo – Informações: 011 98151 0389

+ MAIS

TAANTEATRO 20 ANOS

Projeto de comemoração dos vinte anos de existência da Taanteatro Companhia.
Programa Municipal de Fomento à Dança para São Paulo – 11ª Edição

ProgramaçãoEspetáculos

Danças [Im]Puras – Teatro Sérgio Cardoso, Teatro, Coletivo, Galeria Olido, CEU Perus e Mostra do Fomento.

DAN Devir ancestral – Teatro SESC Ipiranga, CEU Perus e III Mostra Estado de Dança.

 

Máquina Hamlet Fisted – Espaço Cariris, Teatro SESC Ipiranga, 1º Festiarte Brasilia e Festival VivaDança em Salvador.

Formação
Núcleo Taanteatro 2011/12 – Galeria Olido, Sede Taanteatro
Mostra de Video Taanteatro 20 Anos – Galeria Olido
2º FÓRUM DE ECOPERFORMANCE – Mundo Pensante – São Paulo/SP
Discussão sobre o papel da consciência ecológica nas artes performáticas contemporâneas.
Com Cassiano Cassiano Sydow Quilici , Marta Soares , Maura Baiocchi , Mirtes Calheiros , Rodrigo Reis e Solange Borelli.
Coordenação: Wolfgang Pannek

Workshops
BUTOH-OHNO – The Barn in Tivoli/NY
Ecorporalidad y Ecoperformance – Centro Cultural Hector Tizon – San Salvador de Jujuy/Argentina
BUTOH-OHNO – CePIA, UNC – Córdoba/Argentina
Teatro Coreográfico de Tensões – SESC Pinheiro
Teatro Coreográfico de Tensões/Ciclo Taanteatro – SESC Ipiranga

Livro
Taanteatro – Mandala de Energia e Danças [Im]Puras
de Maura Baiocchi e Wolfgang Pannek

HANS THIES LEHMANN BRASIL TOUR 2010

 

 

 

Hans-Thies Lehmann é um dos mais importantes teóricos do teatro contemporâneo e da estética teatral. É professor de Estudos Teatrais da Universidade Goethe em Frankfurt am Main/Alemanha e membro da Academia Alemã de Artes Cênicas. Entre seus livros destacam-se Teatro Pós-dramático e Escritura Política no Texto Teatral.

O Hans Thies Lehmann Brasil Tour 2010,
idealizado e produzido por Wolfgang Pannek, co-diretor da Taanteatro Companhia, promove uma série de palestras e seminários realizados por Hans Thies Lehmann e Eleni Varopoulou (teórica teatral e tradutora).

+ MAIS

Mini Mostra Taanteatro 17, 18 e 19 de abril

i-4bc59e7806f447351e00c4dd6b5860e3-Taanteatro-FP-04.jpg


Programação

17/04 – Sexta-feira – 19h
Nietzsche: O Pensador em Cena
Mesa Redonda com Flávio R. Kothe, Wolfgang Pannek e Maura Baiocchi
Entrada franca

18/04 – Sábado – 21h
!ZARATUSTRA!
Ensaio aberto do Núcleo Taanteatro – Formação, Pesquisa e Criação DF (NuTAAN/DF)
Direção | Maura Baiocchi e Wolfgang Pannek
Entrada | ingresso promocional meia entrada R$ 5,00
Censura | 14 anos

19/04 – Domingo – 20h
D A N
Work in progress de e com Maura Baiocchi – início do Ciclo Ecoperformances
Entrada | Ingresso promocional meia entrada R$ 10,00
Censura | 16 anos

Teatro SESC Garagem Brasília

W4 Sul – Qd. 713/913 Sul, Lote F

fone: (61) 3445-4400 / 3445-4401

+ MAIS

2007 | Mostra Taanteatro + 15 Anos

São Paulo

i-a1d86c20f2bede76eb679e0c4885bfce-P-10.jpg

Projeto contemplado pelo Programa Municipal de Fomento à Dança em São Paulo.
Visa a preservação, a documentação, a continuação e o aprimoramento dos
trabalhos de pesquisa, formação e criação desenvolvidos pela Taanteatro
Companhia desde 1991.

Video
+ MAIS

2006 | Mostra Taanteatro 15 anos de pesquisa e criação cênica

Teatro João Caetano | São Paulo

i-c70fc7533371ada6ac1b4acdbeab8f3c-P-09.jpg

Em 2006, a Taanteatro comemorou 15 anos de existência dedicados à pesquisa e criação teatral e coreográfica. A programação da Mostra Taanteatro 15 Anos
engloba diferentes mídias em simbiose: espetáculo, exibição de vídeo e fotografia. Os espetáculos concebidos e dirigidos por Maura Baiocchi – 2 inéditos e 1 do repertório – transitam pelo teatro de ator, teatro-dança e teatro de formas animadas – fornecendo uma noção do espectro de recursos cênicos investigados e utilizados pela companhia. O carro chefe da Mostra foi o espetáculo Máquina Zaratustra, obra que sintetiza os últimos sete anos da Taanteatro dedicados à integração de linguagens artísticas e à relação entre arte cênica e filosofia.

+ MAIS

2002-2004 | Os Sertões

Teatro Oficina | São Paulo

i-51648a568d0ab0d6450529cdb301bc0e-P-08B.jpg

A convite de José Celso Martinez Corrêa, os diretores da Taanteatro Companhia, Maura Baiocchi e Wolfgang Pannek, colaboraram entre 2002 e 2004 como coreógrafos, preparadores corporais e atores nas encenações dos primeiros três espetáculos – A Terra, O Homem 1, O Homem 2 – do ciclo teatral Os Sertões, baseado no livro honônimo de Euclides da Cunha e realizada pelo Teatro Oficina.

2005 | Taanteatro em Moçambique

Matola e Maputo | Moçambique

i-0fbc1ad9572d030c256d642ccd4df743-P-07.jpg

Por sugestão de Lito Élio, diretor da produtora cultural VIU – Visões e Imaginações Úteis; a convite de Aurélio Le Bon da Vereação de Cultura, Desportos e Juventude da cidade de Matola em Moçambique e com apoio do Ministério da Cultura do Brasil,
a Taanteatro viaja em 2005 para a África com o propósito duplo de
realizar um estágio de formação, pesquisa e criação com o elenco da Companhia Municipal de Canto e Dança da Matola – CMCDM – e atores da Cia. Teatral Trás do Muro.
+ MAIS

2001 | Taanteatro 10 Anos

Uma década de pesquisa e criação teatral

Funarte |  São Paulo | Teatro Galpão Carlos Miranda

11 de maio a 29 de julho de 2001

+ MAIS

2000 | Materiamuerte

Córdoba | Argentina

i-5f031fa417b8ebbb15c88ff322cb2513-O-25.jpg

Espetáculo poético-filosófico com ênfase na linguagem corporal que explora a relação Eros-Thanatos como tensão fundamental da Existência. Desenvolvido no contexto de uma oficina-montagem realizada a convite do espaço cultural Apeiron Zool em Córdoba/Argentina.
+ MAIS

1996/1998 | A Conquista

São Paulo, 1996 | Tóquio, 1998

i-da05b5fdd36cf9069305735293d9127a-P-04.jpg

Re-encenação de A Conquista em Tóquio/Japão com elenco internacional (brasileiro, japonês, norte-americano e panamenha) em comemoração do aniversário da morte de Tatsumi Hijikata, criador da dança butoh, no Setgaya Public Theater e como marco da segunda fase da Love-Dance-School fundada por Hijikata e Tanaka em 1984.
+ MAIS

1996 | Artaud 100 Anos

MASP | São Paulo

i-ebdf1b7181f5e286e1310ba7765345ca-P-03.jpg

Realizada entre 2 de setembro e 13 de outubro de 1996 a mostra
internacional Artaud 100 Anos homenageou o poeta francês ANTONIN ARTAUD
com a encenação de espetáculos, mostra de filmes e videos,
radio-transmissão, exposições de fotos e desenhos, leituras, mesas
redondas e lançamento de livro.
+ MAIS

1995 | Mostra 95 – Butoh e Teatro Pesquisa

São Paulo | Curitiba | Brasília

i-9c37d50fe8dfb042ef3cdc9702dbf73d-P-01.jpg

Evento internacional visando o intercãmbio entre culturas e
manifestações artísticas diversas, valorizando a produção de trabalhos
de caráter interdisciplinar e transcultural. Com participantes do
Japão, Alemanha, França, Suiça e Brasil, a Mostra 95 Butoh e Teatro
Pesquis foi realizado simultaneamente em São Paulo, Curitiba e Brasília
entre 17 de abril e 7 de maio de 1995.


Idéia, curadoria e direção de produção:
Maura Baiocchi e Wolfgang Pannek
+ MAIS